Calos e calosidades: Definição, sintomas e tratamento

Os calos aparecem nas áreas da pele que ficam expostas à pressão ou fricção. Representam espessamento da pele, formada com o propósito de fortalecer as áreas afetadas pela força mecânica e protegê-los de danos. Embora a principal função dos calos é protetora, muitas vezes podem causar dor, problemas estéticos.

Calos e calosidades: Definição, sintomas e tratamento

Calos e calosidades: Definição, sintomas e tratamento

Os calos e calosidades

A hiperceratose é uma resposta natural da pele a pressão física. Isto é conseguido pela superprodução de células da pele na área afetada, o que provoca a acumulação de células mortas da camada superficial da pele.

A diferença entre os calos reside apenas na sua forma, enquanto que as causas e as propriedades patológicas são os mesmos. Os calos são pequenas áreas localizadas de hiperceratose, costuma ser redonda ou oval. Costumam aparecer entre os dedos ou com as superfícies pressionadas pelas partes ásperas de sapatos desconfortáveis. Os calos também pode aparecer nos dedos, por causa da pressão repetida por ferramentas mecânicas, tais como martelos. Os calos abrangem áreas mais amplas da pele e, geralmente, são mais grossos que os calos. Também aparecem nas mãos e nos pés.

Os sintomas

Os calos geralmente se vêem, de cor amarelo-cinzento, e que pode ser duros ou moles. A queixa mais comum é a dor que aparece somente quando a pressão é aplicada a estas alterações na pele. Também podem ser danificados por sapatos mal ajustados ou tentativas de arrancarlos ou exprimirlos produzindo dor.

GOSTO DO QUE VEJO

O sangramento não é muito comum, já os calos são feitos de células mortas e não têm vasos sanguíneos, embora o sangramento pode ocorrer se as camadas mais profundas da pele estão danificados. O diagnóstico de calos é muito fácil e se estabelece pela simples observação de alterações na pele pelo seu médico ou dermatologista.

Tratamento

Tratamento de calos, não é necessário se você não produzem sintomas como a dor e o desconforto. Não foi demonstrado que os calos podem evoluir para cancro ou produzir outras complicações. Às vezes podem ficar mal por que fazer o tratamento por razões estéticas.

O primeiro que há que fazer é a eliminação da causa. Comprar uns sapatos bem ajustados não fará mais dano para as áreas afetadas da pele. Através da eliminação da pressão, a maior parte dos calos e calosidades reduzidos gradualmente de tamanho e, Enfim, desapareceran. É aconselhável mergulhar as mãos e os pés em água quente 2-3 vezes ao dia com o fim de remover as células mortas da pele mais rapidamente. Cosméticos chamados queratolíticos podem ser usados para acelerar a eliminação de células mortas, e um deles é o ácido salicílico.

Não tente quebrar manualmente ou cortar os calos já que isso pode causar sangramento, feridas e úlceras. As pessoas com diabetes mellitus estão particularmente em risco destas complicações.
O seu médico decidirá se você precisa visitar um cirurgião e saber que seu calo seja extirpado cirurgicamente. Tenha em mente que a prevenção é fundamental, e que os grãos extraídos cirurgicamente podem voltar a ocorrer se a pressão sobre as áreas afetadas continuam.

Deixar uma resposta