Quanto tempo os embriões congelados permanecem viáveis?

Fertilização in vitro, frequentemente, produz “embriões excedentários” embriões de qualidade perfeita, que tudo o que não pode ser implantado no útero da mãe ao mesmo tempo. Muitos casais decidirem congelar esses embriões para uso posterior. Teria tempo permanecem viáveis embriões congelados?

Quanto tempo os embriões congelados permanecem viáveis?

Quanto tempo os embriões congelados permanecem viáveis?

Embriões congelados

Pós-tratamento do folículo-estimulante administrado a mulheres que passam por um ciclo de fertilização in vitro, Estes podem produzir alguns ovos muito maduros prontos para a recuperação de ovos. Se você tem 5 o 12 ovos na extração de ovos, É provável que ele não tem todos os embriões resultantes implantaram o ciclo de fertilização in vitro. Muitos casais passará por mais de um ciclo de fertilização in vitro, e dependendo da qualidade dos embriões que foram criados, Pode haver muitos embriões excedentários. Estes embriões congelados podem ser usados em um ciclo de fertilização in vitro subseqüente. Quanto tempo você pode armazenar embriões congelados e ainda usá-los?

Quanto tempo você pode usar embriões congelados?

Embriões congelados podem permanecer viáveis durante 10 anos ou até mais, e estudos têm mostrado que os resultados de fertilização in vitro não são significativamente diferentes, com uma transferência de embriões congelados que um novo ciclo. A TEC são mais pesados e mais gordo. O processo de registro é complicado, e às vezes congelados embriões sejam danificados durante o processo de descongelação. Gravidezes, Aparentemente, Eles ocorreram após 16 anos de criopreservação e armazenamento de embriões congelados. Em teoria, embriões congelados podem ser armazenados indefinidamente. Você deve verificar as leis e regulamentos sobre a criopreservação de embriões em sua jurisdição para descobrir quanto tempo realmente armazenado seus embriões congelados.

Congelado a transferência de embriões (TEC)

Congelado a transferência de embriões (TEC) É um procedimento de fertilização in vitro que omite a fase de folículo estimulante, e que um embrião congelado, ou mais vezes, vários embriões congelados são implantados em seu lugar. Estes embriões congelados podem ser aqueles que foram armazenados após uma FIV anterior ciclo, Mas eles também podem ser obtidos pela adoção de embriões de embriões, ou embriões implantados no útero de uma mãe de aluguel. A taxa de sucesso de transferência de embriões congelados são, De acordo com alguns, inferiores às taxas de sucesso do FERTILIZAÇÃO IN VITRO tradicional, em que os embriões frescos são utilizados. Um estudo recente sugere que as mulheres que têm TEC na verdade podem ser mais propensos a engravidar, mesmo em um 30 por cento. A taxa de sucesso exata dependerá de sua idade, sua clínica de fertilidade, e outros fatores. Discutir suas possibilidades específicas de sucesso, com sua clínica antes de ir adiante com o tratamento.

Embriões e fertilização in vitro “excedente” Quais são suas opções?

Muitas rodadas de fertilização in vitro produzem mais embriões do que o necessário, Então, uma grande porcentagem de pessoas passando por este tratamento de fertilidade têm enfrentado a difícil decisão de o que fazer com esses embriões. Armazená-los para uso posterior pode ser útil, e demora apenas uma decisão difícil no futuro para aqueles que não pretendem ter mais filhos. A doação de embriões para fins de pesquisa científica, colocando-os para a adoção de embriões com outra pessoa ou casal, ou ter estes embriões destruídos são outras opções. A decisão tomada é muito pessoal, Mas é sem dúvida aconselhável levar em conta estas questões antes de começar a primeira rodada de fertilização in vitro em que potenciais embriões excedentes são criados, de falar sobre isso com seu parceiro muito a sério, e talvez até conversar com uma terapeuta.

Embriões congelados e TEC na imprensa

No Texas, uma mãe, Joyce Mallon recentemente deu à luz a sua terceira. Andrew Mallon nasceu em 2012 Depois de ter sido concebido em 2007. Tem uma irmã de Julianna de quatro anos e o outro dois anos Anna-Sophia, que foram concebidos durante o mesmo ciclo de fertilização in vitro no mesmo prato de Petri, Então, eles são na verdade trigêmeos. Seus pais lutamos com infertilidade não tem muito tempo, e a mãe Joyce disse: “todos vêm do mesmo ponto no tempo”.

O professor Miguel Angel Czech do Hospital Universitario del Mar de Barcelona, Espanha, Ele conduziu o estudo que temos mencionado acima, Isso mostra que as mulheres que têm ciclos de TEC podem ser de até um 30 por cento mais provável tornar-se grávida do que aqueles com a fertilização in vitro tradicional. Ele sugeriu que o congelamento de embriões antes de colocá-los no útero pode rapidamente se tornar uma recomendação médica.

Deixar uma resposta