O uso de uma mãe de aluguel para carregar seu bebê: Está preparado para a sub-rogação gestacional?

Você está pensando sobre perseguir seu sonho de ser pais com a ajuda de uma mãe de aluguel? Encontrar o direito suplente e familiaridade com as questões jurídicas é essencial.

mãe de aluguel,sub-rogação gestacional

O uso de uma mãe de aluguel para carregar seu bebê: Está preparado para a sub-rogação gestacional?


Você não gostaria de você pai, Mas chegou à conclusão de que a sub-rogação e a adoção são suas únicas opções? Aqui, Nós vamos abordar algumas das questões sobre a maternidade substituta. Estas perguntas devem ajudar a iniciar o seu processo de pensamento, e dar um passo para decidir se a sub-rogação é o caminho certo para a paternidade para você.

Sub-rogação: Por que e como?

Uma mãe de aluguel é alguém que carrega um bebê por outra pessoa, geralmente devido a essa pessoa (chamado a “pretendido pai” na sub-rogação jargão moderno) Não é fisicamente capaz de chegar e ficar grávida sim mesmo. A prática da sub-rogação existiu através de grande parte da história, Mas a tecnologia moderna criou dois diferentes tipos de sub-rogação: “sub-rogação tradicional” e “sub-rogação gestacional”.

Sub-rogação tradicional É uma situação em que uma mulher fica grávida de seu filho biológico, com a intenção de entregá-lo ao pretendido pais ou futuros pais após o nascimento. O esperma do pai que se destina normalmente é usado para criar uma gravidez. Embora esta forma de substituto a maternidade é cada vez mais rara, mulheres que agem como substitutos para os já tradicional tendem a ser conhecida como “doadoras de óvulos e transportadoras gestacional”.

Substitutos gestacional tem um bebê que não é biologicamente próprio. Este processo requer a fertilização in vitro. Pessoas que usam substitutos gestacional tornar-se pais podem usar seus próprios gametas (óvulos e espermatozóides), ou a necessidade de fazer uso de gâmetas de dador.

Substitutos gestacional pode, como um substituto para o tradicional, Eles podem ser divididos em duas categorias. Uma mãe de aluguel gestacional pode levar a “trabalho” carregar o bebê de outra pessoa por razões altruístas ou comerciais.

As pessoas podem usar as mães de aluguel, Desde:

  • Uma mulher tem anomalias uterinas que tornam impossível que uma gravidez, ou podem ter tido uma histerectomia.
  • Os casais homossexuais masculinos que não têm um útero própria à sua disposição terá um portador gestacional estar grávida para eles. Homens solteiros que querem se tornar pais podem ser na mesma posição.
  • Uma mulher pode ter que ser ter problemas médicos que tornaria a gravidez ameaça vida para ela e / ou o bebê.

 

Quanto é a sub-rogação?

Custos de sub-rogação variam muito, Dependendo de onde você mora, onde mora sua mãe de aluguel, e se um substituto comercial ou um adorava ser seu bebê. Em geral, as pessoas que exercem a paternidade com a ajuda de uma mãe de aluguel gestacional podem esperar as seguintes despesas:

  • FERTILIZAÇÃO IN VITRO: extração de ovos, transferência de embriões, e medicamentos (Lupron para a mãe ou o ovo de um doador, Lupron, estrogênio e progesterona para seu substituto).
  • O contrato de barriga de aluguel e taxas de associado.
  • Avaliações psicológicas e testes para ETS para todos, Verificações de integridade geral para a mãe de aluguel.
  • Talvez o Conselho para a mãe de aluguel.
  • Indemnização por perda de salário, cuidar da criança durante o pré-natal e saindo com fertilização in vitro, despesas de viagem, custos de serviços se seu substituto precisa de ajuda por causa da roupa de cama de descanso e maternidade.
  • Seguro de vida para a mãe de aluguel, para a duração da gravidez.
  • As taxas legais para formalizar o nascimento do bebê e obter o certificado adequado de pais biológicos.
  • As taxas de substituição, onde permitido e concordou.
  • Despesas das agências, para aqueles que usam uma sub-rogação, agência.
  • LVocê viaja para você e seu bebê, especialmente relevante se seu substituto está em outro país.

Não é incomum que isso equivale a entre $ 100,000 e $ 150,000 / 90,000 € e 130,000 €. Também pode ser, No entanto, custo muito menos.

De sua busca para encontrar a mãe de aluguel adequado

Enquanto eu pensei de quem é a mãe de aluguel ideal é um ponto tentador da hora de partida, que você está considerando fortemente perseguindo a paternidade através de barriga de aluguel, Há muito a ser dito em favor de começando com as pesquisas jurídicas nessa primeira fase exploratória. Estar familiarizado com as leis locais e as leis de outras jurisdições relevantes fará com que sua busca por uma mãe de aluguel adquirir dimensões mais práticos.

É sub-rogação legal onde você mora? Se não é, barriga de aluguel comercial é permitida, Sub-rogação ocorre em uma base de uma compensação justa, ou ele é limitado a situações em que os amigos ou membros da família agem como um substituto? Se sub-rogação comercial não é permitida a onde ele mora., É o uso de substitutos comerciais em outras jurisdições permitem ou não? Todos esses são bons pontos para investigar por conta própria, inicialmente. Depois de saber quais são as possibilidades de onde você mora, Você pode consultar um advogado e começar a procurar a mãe de aluguel certa.

Amigos ou parentes como um substituto

Para algumas pessoas, um bom amigo ou parente sendo seu substituto parece ser a situação ideal. Sem dúvida, vem com muitos benefícios. Eles incluem já conhecendo a pessoa e seu estilo de vida, Então, quando entrar em viagem a sub-rogação, pode ser parte da gravidez, e ser capaz de dizer a seu filho exatamente em cujo ventre cresceu mais tarde. Este tipo de mães de aluguel pode ser uma experiência mutuamente satisfatória para todas as partes, e mesmo talvez tragam a você e a pessoa que age como um substituto para mais juntos.

Existem também algumas desvantagens potenciais, No entanto. Se você ou seu substituto, apesar de ter subido assim, seu relacionamento pode ser danificado para sempre. Desde que você já conhece bem a pessoa, É possível que ele também acredita que os acordos legais são necessários menos. Este não é o caso, para que não caia nessa armadilha. Se a gravidez não está se desenvolvendo como o esperado, a situação pode se tornar muito complicada muito rapidamente.

Todos os acordos de sub-rogação dependem de acordos detalhados, e o fato de que o pai (s) planejado e mãe de aluguel conhecer e amar a um outro fazer não mudança que precisam.

Embora este tipo de arranjo pode funcionar muito bem, É algo que todas as partes devem levar a sério. Todos os ângulos devem ser considerados.

Substitutos comerciais

No caso de mães de aluguer com fins comerciais, alguém que não sabe que será responsável por uma das coisas mais importantes que nunca irão acontecer em sua vida. O potencial de desacordo é enorme, e você tem que chegar a um acordo com alguém que acaba de entrar sua vida. Perguntas que precisam ser abordadas incluem:

  • O estilo de vida da mãe de aluguel: está feliz com sua nutrição, saúde e estilo de vida? Tens certeza que drogas, álcool e cigarros não serão usados durante a gravidez?
  • Estás de acordo em questões difíceis, como pré-natal, redução seletiva, aborto no caso de anomalias cromossômicas, o aborto se a saúde da mãe está em risco, e parto?
  • O substituto foi submetido a uma avaliação psicológica? Isso é necessário em muitas jurisdições. Mesmo se não for assim, todas as partes devem ser muito claro que eles estão confortáveis com os aspectos emocionais da maternidade substituta. Aconselhamento e triagem ajudam neste processo.
  • Como será que o substituto manterá informado durante a gravidez?
  • Ele aceitou uma compensação?

 

Surrogacy agências podem fazer mais fácil de tratar estes problemas. A seleção de uma substituição através de uma agência pode certamente facilitar o processo, Mas não significa necessariamente que tudo está bem cuidado.. Você pode e deve ter seu próprio advogado a bordo, e o advogado deve ser bastante familiarizado com os aspectos jurídicos da maternidade substituto em todas as jurisdições envolvidas.

Em geral, Você quer que seu substituto seja mais de 21 anos de idade, que já tem seus próprios filhos, e tendo passado uma avaliação psicológica. Você sempre deve assinar um contrato de subrogação detalhando sua concordância exata, de que a obrigação de entregar o bebê para você, o pai tem a intenção de, é uma grande parte. Por razões óbvias, barriga de aluguel comercial em jurisdições onde é ilegal é sempre uma má ideia.

Uma nota sobre substitutos no exterior

Barriga de aluguel comercial no exterior em países como a Índia e a Tailândia, ou nos Estados Unidos. UU. para os não-americanos, É um comércio mundial crescendo. Isso pode ser e regularmente leva a resultados maravilhosos. Significa também que é questões jurídicas internacionais. Tenha isso em mente e pisar cautelosamente antes de continuar. Pergunte a mesmo perguntas como:

  • Regula a sub-rogação e jurídico em todas as jurisdições envolvidas? Qual é a forma jurídica para garantir que os direitos de todos são protegidos?
  • É o substituto de trabalhar em condições éticas e participar na sub-rogação gestacional de sua própria vontade?
  • É possível que seu substituto vai se recusar a entregar o bebê, e o que aconteceria se isso acontecesse?
  • Você pode controlar os aspectos da gravidez que são importantes para você, como segura sem o uso de drogas?
  • Que mecanismo jurídico é usado para transmitir a sua cidadania para seu filho? Isto é muito importante: casais tem ficado nos países em que seus substitutos deu à luz, Não é possível obter passaportes para seus filhos. Resolver isto antes de começar sequer a procurar em substituintes específicos e pesadelos não criados, legais.

Enquanto a sub-rogação é uma questão jurídica bastante complexa que apresentam desafios, as informações fornecidas aqui não se destina a desencorajá-lo.

Deixar uma resposta