Ejaculação feminina e o “Ponto G”

A ejeção de fluído da uretra das mulheres durante o orgasmo é popularmente definida como ejaculação feminina ou como “jatos” o “surtos de”. Tem sido sugerido que o ponto de Gräfenberg, o “Ponto G” Ele desempenha um papel importante na consecução da ejaculação feminina.

A "G-spot e feminina ejaculação"

Ejaculação feminina e o “Ponto G”

É um fato interessante que não só o mecanismo, Mas também a existência da ejaculação feminina e o ponto G tem sido pouco investigada até recentemente. A maioria dos estudos a lidar com estas questões é principalmente baseada em subjetiva em um pequeno número de relatos de mulheres. Hoje, Há uma base mais completa do conhecimento disponível sobre este tópico, Mas muitas opiniões controversas ainda estão presentes.

Ejaculação feminina squirt ejaculação vs

Tem havido discussões por décadas, Se há uma diferença entre os jatos e ejaculação feminina. Aspectos anatômicos e fisiológicos, ejaculação feminina é considerada como a expulsão de líquido branco semelhante para o corrimento vaginal normal durante o orgasmo. Alguns cientistas sugerem que este líquido tem uma composição semelhante ao sêmen masculino, que é produzido pelas glândulas de Skene, Eles são análogos a próstata masculina.

Por outro lado, os jatos de uma grande quantidade de fluido claro que pode ser visto em filmes pornôs, Eles também estão relacionados com o orgasmo feminino, Mas sua consistência sugere que origina-se principalmente a bexiga urinária.

Afirma que a ejaculação feminina ocorre na 10 Para 54% feminino, e os jatos de 0,2 Para 66%, e, como você pode ver, as estimativas são altamente incertas.

O papel do G-ponto de ejaculação feminina e os jets

G-spot é uma pequena área localizada em torno do meio da parede frontal da vagina que parece que tem um papel na excitação sexual feminina, Grafenberg definido no 1950. Desde então, a existência deste lugar tem sido objecto de muitas discussões, mas estudos recentes têm mostrado que a estrutura desta área é diferente do resto da parede vaginal. No entanto, Ainda não há evidência científica suficiente para concluir que o ponto G tem qualquer efeito sobre a sexualidade das mulheres, Desde que todas as informações sobre sua estimulação derivado anedótico do número pequeno de pessoas relatando.

Significância clínica da ejaculação feminina e os jets

Embora qualquer tipo de fluido expulsão não é considerado características comuns do orgasmo feminino, a maioria dos cientistas é concordaram que a ejaculação feminina é fenómeno perfeitamente normal. Até agora, Nenhuma associação foi encontrada entre a estimulação da ejaculação a ponto G e feminina, e a maioria das mulheres nunca presenciar este fenómeno.

Por outro lado, Sugere-se que os jatos podem ser causados pela desordem da uretra. Ou seja, a expulsão da urina pode ser o sinal da incontinência urinária durante o orgasmo devido a fraqueza do esfíncter uretral.

É um mito que a ejaculação feminina e os jatos estão relacionados com o nível de excitação sexual.
Não encontramos nenhuma correlação entre a quantidade de fluido produzido durante o orgasmo e resposta sexual. No entanto, Há muita pressão para que as mulheres usam esses critérios inadequados para avaliar sua resposta sexual. Por outro lado, o perfil mais comum é uma mulher que consegue a ejaculação do orgasmo.

Deixar uma resposta