Osteoporose ou ossos quebradiços, tente este plano de exercícios

By | Setembro 16, 2017

Deseja melhorar sua qualidade de vida? Ossos quebradiços e osteoporose são distúrbios ósseos relacionados à falta de densidade / força óssea e podem levar a uma vida debilitante de fraturas e dores. As vítimas de agora são frequentemente prescritas exercícios para ajudar.

Plano de exercícios para osteoporose ou ossos quebradiços

Plano de exercícios para osteoporose ou ossos quebradiços

O que é osteoporose?

A osteoporose é uma doença que afeta os ossos do corpo e os enfraquece, tornando-os muito mais frágeis e propensos a quebras e fraturas. As áreas mais comuns que sofrem fraturas são os pulsos, quadris e vértebras, mas podem ocorrer fraturas em todas as áreas do corpo.

A osteoporose está se tornando uma doença mais comum que afeta milhões de pessoas no mundo - e em um ano mais de centenas de milhares recebem tratamento para fraturas por fragilidade relacionadas como resultado de doenças como a osteoporose.

Não existe uma causa única para a osteoporose, mas ela geralmente se desenvolve pela primeira vez em mulheres após a menopausa, porque os ossos começam a perder densidade após a idade dos anos 35, e particularmente rapidamente após a menopausa. Existem alguns fatores que aumentam o risco de desenvolver a doença, que são:

  • Condições que causam inflamação, como artrite, doença de Crohn e DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica)
  • História familiar de osteoporose
  • Uso prolongado de certos medicamentos que afetam os níveis hormonais
  • Consumo excessivo de álcool ou tabaco
Artigo relacionado> Tratamento natural para osteoporose

O diagnóstico geralmente ocorre quando você sofre fraturas devido a acidentes menores, como uma simples queda. O médico o enviará a um scanner DEXA para determinar sua densidade óssea e isso é usado para avaliar o risco de fratura.

O que são ossos frágeis?

Ossos frágeis são uma condição semelhante à osteoporose, no entanto, em vez de se desenvolver em uma idade mais avançada, é um distúrbio genético que causa fraturas nos ossos facilmente devido à falta de colágeno no corpo. Não há cura para ossos frágeis, mas, em geral, os sintomas são gerenciáveis ​​quando o distúrbio é diagnosticado.

Existem oito tipos diferentes de doença óssea frágil e estes são determinados pela variação genética e pela qualidade do colágeno nessa pessoa. O tipo 1 é o mais leve e o tipo 8 é o mais grave e causa a maior diferença na capacidade de uma pessoa de desempenhar funções diárias.

Devido aos diferentes graus da doença, os sintomas podem variar de pessoa para pessoa. Em geral, quem sofre da doença será menor do que o normal, hematomas e fraturas ocorrerão facilmente e tenderão a ter dentes quebradiços também. Eles também podem suar mais do que outros e ter problemas auditivos porque os ossos do ouvido tendem a se deformar.

Como minha vida afeta você?

Se você sofre de osteoporose ou ossos frágeis, sua qualidade de vida pode ser restringida pelo alto risco de lesões. A participação em esportes ou atividades físicas pode ser difícil, pois fica claro que há um risco aumentado de fraturas e danos ósseos.

Além dos efeitos colaterais físicos desse tipo de doença, existem fatores sociais e psicológicos a serem considerados. Em particular, crianças que não são diagnosticadas ao nascer, os pais geralmente podem ser acusados ​​de abuso devido ao nível de hematomas que pode ocorrer facilmente.

Artigo relacionado> Osteoporose mais que uma doença apenas para mulheres

Além disso, crianças e adultos costumam ter medo de experimentar coisas novas por medo e muitas vezes procuram o conselho de consultores para ajudar a melhorar seu humor. Fisioterapeutas são freqüentemente usados ​​para ajudar a trabalhar com pessoas para determinar os limites físicos seguros de seus corpos.

Exercícios para aumentar a densidade óssea e melhorar a qualidade de vida

Como uma pessoa que sofre de osteoporose ou ossos frágeis, é importante se exercitar para ajudar a melhorar ou diminuir a taxa na qual a densidade óssea diminui. Você deve procurar aconselhamento do seu médico antes de iniciar um programa de exercícios para garantir sua segurança, mas para a maioria das pessoas que faz esses exercícios completos regularmente, pode melhorar sua qualidade de vida.

Você deve tentar fazer esse exercício três vezes por semana para obter o máximo benefício, mas faça-o no seu próprio ritmo - talvez começando uma vez por semana, à medida que seu corpo se adapta à nova atividade.

Aquecer

Para iniciar o aquecimento, caminhe um pouco suavemente pela sala ou na esteira em um ritmo muito lento. Certifique-se de manter o estômago firme e os ombros relaxados. Você pode até fazer isso no local. Após dois minutos, você começará a aumentar a altura de levantar joelhos e braços para torná-lo uma ação de marcha em vez de um passeio tranquilo. Continue por dois minutos e complete os dois minutos de estribos laterais. Dê dois passos para a direita e dois para a esquerda, lembrando-se de dar um passo maior que a largura dos ombros.

Alongamento: Os exercícios anteriores alongam os músculos das pernas à medida que são concluídos, basta alongar a parte superior do corpo fazendo círculos nos ombros, repetições 30 em cada direção e depois curvas laterais (imagine que você toque o chão cada lado) fazendo repetições 10 de cada lado.

Exercícios principais

Você precisa ter cuidado ao concluir esses exercícios, porque se fraturar facilmente, não deverá usar nenhum peso para começar. Procure orientação se não tiver certeza se deve levantar, com pesos ou não. Todos os exercícios podem ser feitos com ou sem peso.

  • A boneca enrola: Sente-se em uma cadeira estável e apoie o antebraço na coxa, para que o pulso fique um pouco além do joelho, com as palmas voltadas para cima. Comece com o pulso chato (haltere na mão) e, em seguida, enrole os dedos em sua direção, em menor extensão do que você pode e repita. Repita os tempos 10, descanse por um minuto e repita mais duas vezes.
  • Itinerário quadrúpede: Comece de quatro com as costas retas, mova lentamente cada mão, uma de cada vez, em um movimento que se arrasta para frente, mas mantendo os joelhos imóveis. Caminhe o mais longe que puder, segure por 10 segundos e depois rasteje lentamente de volta ao início. Repita três vezes.
  • Pulmões: Este é um exercício mais difícil, portanto, faça isso apenas se você tiver um baixo risco de fratura. Comece em pé, com os pés afastados na largura dos ombros, dê um passo à frente com um pé e abaixe o joelho traseiro no chão. Mantenha essa posição por dois segundos e depois troque de pernas. Use o peso se conseguir concluir isso com muita facilidade.
Artigo relacionado> Aplicações móveis para gerenciamento da osteoporose

arrefecimento: Se você tiver acesso a uma bicicleta, ande e gire as pernas por mais de cinco minutos para esfriar as pernas. Caso contrário, caminhe no chão ou na academia por 10 minutos.

Esses exercícios devem contribuir para melhorar a densidade óssea e aumentar a massa muscular no corpo para evitar quedas ao realizar atividades diárias.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

*

* Copie esta senha *

* Digite ou cole a senha aqui *

Comentários de spam do 14.148 bloqueados até agora por Wordpress sem spam

Você pode usar tese HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title = ""> <acronym title = ""> <b> <blockquote cite = ""> <cite> <code> <del datetime = ""> <em > <i> <q cite = ""> <s> <strike> <strong>